seja bem-vindo ao nosso site!

terça-feira, 16 de junho de 2015

Rapaz confessa que estrangulou, estuprou e matou a pauladas uma jovem de 20

Emerson de Barros Lins, de 18 anos, que confessou ter matado a jovem Paola Bulgarelli, em Araçatuba (SP), está preso na cadeia de Penápolis (SP) em uma cela separada dos outros detentos. Ele foi transferido de Castilho (SP), onde foi preso, durante a madrugada desta segunda-feira (15). A família, que ainda tenta se recuperar da morte da jovem, espera justiça. “Minha irmã não merecia morrer assim não. A gente quer Justiça, eu o perdoo, mas quero que a polícia prenda ele e que jogue na cadeia, onde vai saber o que é Justiça. Tem de levar para uma cadeia que vai sofrer. Ele chorou, mostraram uma foto dele chorando, mas não foi de arrependimento não, foi de medo porque ele sabe o que vai acontecer com ele”, afirma a irmã Mariah Bulgarelli.
Paola, de 20 anos, morava em Araçatuba e estava desaparecida desde o dia 5, quando saiu para trabalhar e não foi mais vista. O corpo dela foi encontrado na tarde de sexta-feira (12) no rio Baguaçu, em um conjunto de chácaras dentro da cidade. Segundo o tenente da Polícia Militar Arilson Lugão, Emerson confessou que abusou da jovem e a matou. "Ele confessou que estava com a vítima, que apontou como sendo amiga dele, caminhando próximo ao rio Baguaçu. Lá ele a agarrou, estrangulou, abusou sexualmente e depois matou com pauladas na cabeça", afirma o tenente.

O corpo foi encontrado na tarde da última sexta-feira (12) com ferimentos na cabeça no rio Baguaçu, em Araçatuba, que fica num conjunto de chácaras dentro da cidade. Os bombeiros usaram bote e cordas para retirá-lo da água. Na manhã deste sábado (13), o corpo foi enterrado. A família reconheceu o corpo como sendo de Paola Bulgarelli. O reconhecimento foi suficiente para a polícia liberar o corpo para ser velado.





4 comentários:

A morte por si só já é dolorosa, agora imagine o caixão de seu ente querido ter de estar lacrado sem ao menos a última olhada, a despedida...
Por quê? Se ele estivesse perdido e por uma fatalidade do destino aparecesse morto depois de um tempo, aí sim, mas um DESGRAÇADO abreviar a vida de um SEMELHANTE dessa forma, ESTUPRANDO e depois MATANDO a sangue frio?
Um sujeito desse merece ser enforcado em praça pública, pois lesou um direito inerente de seu próximo, que é o direito á vida...Para este, o perdão é sua morte!
Pronto, quem matou ou estuprou, NÃO ESTUPRA nem MATA NUNCA MAIS!!!!!!!!!!!!!!!!

A morte por si só já é dolorosa, agora imagine o caixão de seu ente querido ter de estar lacrado sem ao menos a última olhada, a despedida...
Por quê? Se ele estivesse perdido e por uma fatalidade do destino aparecesse morto depois de um tempo, aí sim, mas um DESGRAÇADO abreviar a vida de um SEMELHANTE dessa forma, ESTUPRANDO e depois MATANDO a sangue frio?
Um sujeito desse merece ser enforcado em praça pública, pois lesou um direito inerente de seu próximo, que é o direito á vida...Para este, o perdão é sua morte!
Pronto, quem matou ou estuprou, NÃO ESTUPRA nem MATA NUNCA MAIS!!!!!!!!!!!!!!!!

Meu deus como pode o ser humano ser tao cruel meus pêsames a familia ninguém merece isso.

Meu deus como pode o ser humano ser tao cruel meus pêsames a familia ninguém merece isso.

Postar um comentário

 
A maioria do conteúdo deste site foi retirado da Internet, por isso, não nos responsabilizamos e nem temos direitos autorais sobre as imagens e textos. Caso algum conteúdo seja de sua autoria, favor nos contatar, para que possamos remover ou colocar os devidos direitos autorais.Copyright© 2013-2017